Se beber, vá de Uber

Téo Scalioni
maio07/ 2015

Muito se fala do Uber, aplicativo que facilita a forma de o cidadão se locomover pelas cidades, com relação a comodidade e conforto. O que a maioria das pessoas não sabe é que a startup também ajuda a diminuir os acidentes de carro relacionados ao consumo de bebida alcoólica. Isso porque, com mais opções para se movimentar, quem for beber prefere utilizar outro meio de transporte a pegar o volante.

Uma pesquisa realizada pela ONG Mothers Against Drunk Driving (MADD), na Califórnia, Estados Unidos, mostrou que 60 acidentes causados por embriaguez ao volante deixaram de acontecer a cada mês entre motoristas com menos de 30 anos desde que o Uber foi lançado. Uma queda de 6,5%, que leva à estimativa de que 1.800 acidentes deixaram de acontecer, desde 2012, no estado onde o App é mais popular.

Apenas nos EUA, cerca de 300 mil pessoas dirigem embriagadas diariamente, principalmente jovens. Por isso, o interesse da pesquisa se alastrou para outras localidades. “Mostrou que, em Miami, por exemplo, os pedidos por um Uber aumentam na mesma hora em que, historicamente, mais pessoas são autuadas por dirigir embriagado”, acredita o porta-voz da Uber no Brasil, Fábio Sabba, lembrando que, com a popularização do aplicativo em terras tupiniquins, os dados também podem melhorar no país, onde 90% dos acidentes de carro são causados por condução imprudente.

www.uber.com

Apoiadores