Sebrae Minas promove Hackathon Indústria Vale do Aço

Redação
outubro19/ 2017

Nos dias 27, 28 e 29 de outubro, Ipatinga será sede do primeiro Hackathon Indústria Vale do Aço. Promovido pelo Sebrae Minas, em parceria com a Comunidade Compartilhar, a ação é voltada para o empreendedorismo e inovação no setor da indústria, visando proporcionar uma integração para projetos e ideias inspiradoras. A ação tem apoio do Sesi, do Senai, da Fiemg, da Usiminas, da Cenibra e da Vale. As inscrições devem ser feitas no site da Sympla.

O Hackathon Vale do Aço é uma maratona de ideias para solucionar os desafios da Vale, da Cenibra e da Usiminas. Podem participar estudantes, desenvolvedores, programadores, designer, publicitários, empresários, makers, empreendedores, profissionais da indústria, entre outros.

O facilitador desta edição é o empreendedor João Marinheiro, diretor de vendas da Virturian. Formado em Propaganda e Marketing pela ESPM (SP), João atuou durante quatro anos na Intel como gerente de Marketing da LATAM. Além disso, faz parte da equipe da aceleradora StartupFarm e é co-fundador da IndWise. Dentre os mentores, encontram-se Thiago Maciel (Sam24), Gustavo Garcia (GTC Automação), Rafael Pereira Figueiredo (AikoLogic), Túlio Pires (NEED Engenharia) e Renata Dias e Silva Souza, Bráulio Ferreira de Oliveira, Edvaldo Ataíde Ribeiro e Diego Fellipe Rodrigues da Silva (Senai).

Confira os desafios:

#01 Desafios Cenibra

– Dificuldade para acompanhar as datas/mudanças na Legislação Federal, Estadual e Municipal que impactam a Cenibra;

– Gestão mobile de inventário de hardware e software, em função da dificuldade de manutenção do Inventário atualizado.

#02 Desafios Vale

– Falta de método (equipamento/instrumento) de coleta de dados de pressão, temperatura, velocidade, aceleração, umidade e densidade do ar (partículas suspensas no ar) para identificar problemas em vagões com válvulas de freio diferentes, durante a movimentação do trem;

– Não existe programa de fidelização e vantagens por uso para os clientes do trem de passageiros da Estrada de Ferro Vitória Minas.

#03 Desafios Usiminas

– Aumentar o índice de detecção de problemas de qualidade em bobinas da laminação a frio. Durante o tempo em que o inspetor de qualidade está registrando manualmente (papel e prancheta) outros problemas detectados anteriormente no sistema, a linha continua operando sem que o inspetor esteja focado no material, podendo gerar maior demanda de inspeção nas linhas subsequentes;

– Falta de monitoramento integrado das partículas sedimentáveis no entorno da planta da Usina de Ipatinga. Hoje, são monitoradas as partículas inaláveis e as partículas totais, mas as partículas mais “percebidas” pela comunidade são as partículas sedimentáveis, as quais não possuem monitoramento específico.

Serviço:

Data: 27, 28 e 29 de outubro

Horário: 27 (18h às 21h30) / 28 (8h às 22h) / 29 (8h às 16h)

Local: Sesi/Senai/Fiemg (Ipatinga)

Inscrições e informações: https://www.sympla.com.br/hackathon-industria-vale-do-aco__194275

Apoiadores