Tecnologia vestível com propósito

Erick Brazil
maio29/ 2015

Impulsionado pela onda da “Internet das Coisas” os wearables (computação ou tecnologia vestível) estão em voga. Nos últimos meses, muito se tem falado do Apple Watch, de outros modelos de smartwatches e das novas possibilidades que estes aparatos trouxeram para as nossas vidas e para o mercado de tecnologia. Com esses produtos sendo vendidos em larga escala, consolida-se este novo nicho em que a tecnologia está mais próxima e presente em no dia a dia. Mas, ainda existem dúvidas se esses aparatos oferecem mais ostentação do que soluções para o indivíduo e para o planeta.

Para ajudar a sanar estas dúvidas, a UNICEF, em parceria com as empresas ARM e Frog Design, lançaram o Desafio Wearables For Good (Tecnologia Vestível para o Bem). Esse desafio tem como objetivo incentivar programadores, empreendedores, ambientalistas, voluntários para as causas sociais, médicos e profissionais que queiram ajudar o desenvolvimento do planeta e das nações carentes em todo o globo a partir da criação de tecnologia vestível com propósito.

Erica Kochi, chefe do Innovation Labs – espaço criativo de inovação e tecnologia da UNICEF, acredita que a tecnologia vestível pode ser muito mais do que aparatos para alertar as pessoas de realizarem atividades físicas ou contarem quantos passos elas deram em um dia. A ideia é trazer a tecnologia vestível a lugares com desafios cotidianos relacionados ao desenvolvimento das crianças e mulheres. Ajudar uma mãe com pouco acesso aos serviços de saúde em sua gravidez ou dispositivos que indiquem momentos para se lavar as mãos são exemplos simples e que podem trazer um impacto positivo na saúde e na vida das pessoas.

O desafio selecionará dois projetos que receberão U$ 15.000,00 e incubação junto a UNICEF e seus parceiros. O Wearables For Good está em sua primeira fase e os interessados podem enviar seus projetos até o dia 4 de agosto pelo site: http://wearablesforgood.com/

Apoiadores