Startups de Minas, do país e do mundo se reúnem em BH

Startups de Minas, do país e do mundo se reúnem em BH
Redação
junho28/ 2016

As sementes já foram plantadas, mas, para que todo o ambiente sinta os reflexos, é preciso regar para crescer e germinar. O ecossistema em questão, no entanto, é tecnológico, e as sementes são 40 startups que, durante seis meses, vão participar de um programa de aceleração do governo estadual. A terceira edição do projeto foi lançada no dia 14 de junho, em Belo Horizonte, assim como a nova sede, no Espaço CentoeQuatro, no centro da capital. Ao todo, foram 1.453 startups inscritas e 4.000 empreendedores de 23 Estados e 48 países.

Das escolhidas para o Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development (Seed, que significa “semente”, em inglês), programa da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), 20 são mineiras, dez, de outros Estados e dez, estrangeiras. Nas duas primeiras edições, o Seed já acelerou 73 startups, sendo 53 brasileiras e 20 estrangeiras. Juntas, essas empresas levantaram mais de R$ 10 milhões em investimentos após seu período de aceleração pelo programa.

Nessa edição, empresas com dois empreendedores receberão R$ 62 mil e as com três membros, R$ 80 mil como “capital semente” durante todo o período, além de mentoria personalizada, formação empreendedora, escritório compartilhado e conexão com o ecossistema global.

Para o secretário da Sectes, Miguel Corrêa, essa é uma aposta central e estratégica do governo. “Não há dúvida nenhuma de que a geração de emprego, de empresas de tecnologia de ponta é a maior possibilidade que temos de nos tornarmos competitivos. Os países que têm sido altamente competidores na economia mundial estão associados a tecnologia e inovação”, disse. No segundo semestre, será inaugurado outro prédio com capacidade para receber até 60 novas startups.

Fonte: O Tempo

Apoiadores