Startup recolhe lixo orgânico residencial para compostagem

Startup recolhe lixo orgânico residencial para compostagem
Redação
janeiro13/ 2016

A coleta seletiva já é uma prática comum em boa parte dos domicílios nas grandes metrópoles. Já é normal separar o lixo orgânico e o não-reciclável de latas, plásticos e garrafas, porém, o primeiro sempre é enviado para aterros sanitários. Pensando em uma maneira de reaproveitar o lixo orgânico e transformá-lo em compostagem, surgiu a startup Ciclo Orgânico.

A compostagem é um processo de aceleração da decomposição do lixo orgânico para geração de adubo orgânico e a Ciclo Orgânico, idealizada pelos engenheiros ambientais Lucas Chiabi e Tomé de Almeida e Lima, oferece uma alternativa mais saudável para o descarte desse tipo de dejetos.

O serviço funciona da seguinte maneira: O usuário se cadastra no site fazendo uma matrícula e recebe um balde estilizado da empresa (lacrado de modo a evitar mau-cheiro e insetos), que é abastecido com os dejetos orgânicos. Uma vez por semana a equipe da startup faz a retirada do balde de bicicleta para manter a pegada sustentável do projeto. Ao fim de cada mês o usuário pode escolher uma recompensa, uma muda de hortaliça, ou o adubo criado, ou até doá-lo para um agricultor parceiro.

O serviço inicialmente está disponível apenas na zona sul do Rio de Janeiro mas a intenção da startup é aos poucos expandir seu modelo de negócio para outras cidades.

Fonte: Hypeness

Apoiadores