Startup mineira recebe aporte milionário

Nathália Guedes
maio05/ 2015

A startup de telemedicina Ventrix recebeu um investimento de R$ 5 milhões de fundos voltados ao desenvolvimento de boas ideias de inovação. A empresa é especializada em criar soluções na área médica e tem como carro-chefe o Cardiofit. O equipamento possibilita a realização de exames cardiológicos e a transmissão de laudos via internet. Atualmente, emite cerca de 3 mil laudos por mês. A expectativa é de chegar a 8 mil até o fim deste ano.

“O Cardiofit permite que os centros de saúde de pequenas cidades em regiões remotas atendam os pacientes, enviem os exames pela Internet e recebam rapidamente os laudos de especialistas que trabalham em outras cidades onde há maior oferta de profissionais”, diz Roberto Castro Júnior, sócio-proprietário da empresa. O Cardiofit é inovador porque, diante da possibilidade de emissão de laudos a distância, é possível perceber diminuição considerável nos gastos com transporte e logística dispensados a pacientes que necessitam de diagnóstico rápido e preciso no tratamento de doenças do coração.

As instituições que estão fazendo o aporte à Ventrix são o Fundo de Inovação Paulista, idealizado pela Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista, cuja gestora é a SP Ventures, e o Fundo Criatec II, gerido pela Bozano Investimentos e pela Triaxis Capital. Esta última é representada em Minas Gerais pela FC Partners, empresa mineira de gestão e investimentos focada em negócios familiares.

A verba será para estruturar a estratégia comercial e de marketing da empresa, o que inclui contratações de representantes, fabricação e oferta dos equipamentos Cardiofit em modelo de comodato, bem como melhorias na planta industrial e desenvolvimento de novos produtos. A Ventrix está localizada em Itajubá, no Sul de Minas, na Base Tecnológica da cidade (Incit), porém foi concebida em Cotia, interior de São Paulo, onde mantém sede.

“A tecnologia da Ventrix tem clara escalabilidade, inclusive para o mercado internacional, e chega para resolver um dos principais desafios da saúde no Brasil: a escassez de médicos e de equipamentos para diagnosticar, tratar e prevenir doenças cardíacas” analisa Francisco Jardim, sócio-fundador da SP Ventures.

www.ventrix.com.br

Apoiadores