Startup mineira especializada em gestão de resíduos é aprovada no Brasil Inovativa

Startup mineira especializada em gestão de resíduos é aprovada no Brasil Inovativa
Redação
maio31/ 2016

No Brasil são geradas 78,6 milhões de toneladas de Resíduos Sólidos Urbanos por ano. Na construção civil e industrial, a gestão de resíduos ainda é um desafio, seja por falta de apoio da prefeitura ou do próprio gestor. Para tornar esse trabalho mais fácil, surgiu a NET Resíduos, um produto criado pela Ambiência em conjunto com a Conecta Brasil.

Disponível para computador, tablet ou celular, a ferramenta auxilia no planejamento e gestão de resíduos da construção civil e industrial por meio de um painel de controle bem desenhado, possibilitando ao usuário criar notificações personalizáveis e produzir relatórios completos. A ferramenta monitora o fluxo dos resíduos desde a geração até o destino final, conectando os responsáveis das obras às empresas – com permissão da prefeitura – para transportar os materiais aos locais adequados. Recentemente, a NET Resíduos foi aprovada na primeira etapa do primeiro ciclo de 2016/1 do programa Brasil Inovativa.

O Brasil Inovativa

O Brasil Inovativa é um programa gratuito de aceleração para negócios inovadores em todo país, apoiado pelo Sebrae, realizado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e executado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (CERTI). Ele oferece capacitação por meio de cursos e atividades, acesso a mentores nacionais e internacionais, networking, suporte para internacionalização, entre outros apoios às empresas.

A participação nos ciclos de aceleração do Brasil Inovativa requer aprovação dos avaliadores do Programa, sendo 300 vagas disponíveis para a primeira etapa de cada Ciclo e até 125 para a última etapa. Veja os requisitos para se inscrever:

– Negócios inovadores de qualquer setor da indústria, comércio, serviços e agronegócio;
– Negócios pré-operacionais com produto/serviço em estágio final de desenvolvimento, protótipo, versão beta ou produto pronto, mas ainda não comercializado;
– Para startups já estabelecidas, há dois limites: faturamento anual máximo de R$ 3,6 milhões e que não tenha recebido investimento em participação de terceiros (investidor anjo, fundo de investimento) acima de R$ 500 mil.

 

Fonte: Startup Sebrae Minas

Apoiadores