Startup cria mochila inteligente, a Lifepack

Startup cria mochila inteligente, a Lifepack
Redação
maio05/ 2016

Trabalhar na rua é o sonho de grande parte dos profissionais – e é a vida de muita gente. Mas quem fica longe do escritório sabe que a falta de energia elétrica é um problema quando a bateria do smartphone ou notebook acaba. Pensando nessas pessoas, uma startup inventou uma mochila que traz o necessário para quem trabalha na rua.

Além de características mais comuns, como zíperes bloqueáveis e compartimentos secretos, a Lifepack tem uma bateria solar capaz de carregar dois dispositivos compatíveis a USB ao mesmo tempo. Desse modo, o usuário não fica sem energia no momento que precisa utilizar seus equipamentos.

Adrian Solgaard, de 29 anos, projetou a mochila logo depois que sua namorada foi  roubada em uma cafeteria. Por conta desse episódio, ele adicionou uma trava no invento para dificultar a abertura da Lifepack.

O conceito foi apresentado na plataforma de financiamento coletivo Kickstarter e fez sucesso: conseguiu arrecadar cerca de US$ 614 mil e teve mais de 3.705 apoiadores. A ideia é atender aqueles profissionais que estão sempre fora do escritório.
O projeto agora está na plataforma de financiamento coletivo Indiegogo. Os pacotes de adesão vão de US$ 169 até US$ 550 e não tem frete incluso. Segundo o criador, a Lifepack será entregue para os compradores em outubro deste ano.

Outros dispositivos inteligentes

A Lifepack não é a primeira empresa a apostar em bolsas inteligentes. O empreendedor norte-americano Josh Udashkin, lançou há dois anos, a Raden, mala inteligente, que carrega seu celular, te avisa sobre filas de embarque e facilita a busca na esteira, enviando um alerta via Bluetooth quando a mala está chegando. O modelo está disponível em dois tamanhos.

Com pouco mais de 55 centímetros, a menor pesa 3,4 quilos e é feita de policarbonato durável. O produto vem com duas baterias acopladas, o que permite carregar o celular completamente até cinco vezes. A mala maior tem 71 centímetros e pesa cinco quilos.

A startup começou as vendas online e inaugurou uma loja em Nova York. Disponível em sete cores, a mala menor custa US$ 295 e a maior sai por US$ 395.

 

Fonte: Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios

Apoiadores