Sistema Fiemg: pilares estratégicos sustentam atuação e garantem resultados

Redação
maio14/ 2018

A defesa de interesses da indústria mineira é a razão de existir do Sistema Fiemg, que há 85 anos trabalha para alcançar resultados que fortaleçam o segmento e impulsionem o desenvolvimento econômico do estado.O sucesso da entidade tem sido possível, principalmente, pela constituição dos cinco pilares que representam sua base e estratégia de atuação – Desenvolvimento Industrial e Defesa de Interesses; Educação; Inovação e Tecnologia; Qualidade de Vida e Sustentabilidade; e Excelência em Gestão.

Com foco nesses pilares é que as entidades que compõem o Sistema Fiemg – Serviço Social da Indústria (SESI), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), Centro Industrial e Empresarial de Minas Gerais (CIEMG) e Instituto Euvaldo Lodi (IEL) –  desenvolvem projetos, programas e ações para aumentar a competitividade do setor industrial.

Os resultados confirmam a eficiência dessa estruturação. Na área da educação, mais de 460 mil trabalhadores foram formados nas 83 unidades do SENAI em Minas Gerais. No SESI-MG, em 38 escolas no estado, foram mais de 127 mil matrículas na educação básica e de jovens e adultos. Em 2018, dos 944 alunos da entidade que participaram de processos seletivos para ingresso em universidades, quase 70% foram aprovados. Foram 42 primeiros lugares, sendo 22 em instituições públicas e 20 em particulares.

O projeto Escola Móvel, realizado pelo SESI-MG e pelo SENAI-MG, já passou por mais de 370 municípios e formou mais de 60 mil pessoas em dezenas de ofícios, criando condições para que cidadãos mineiros possam gerar renda no local onde vivem.

No campo da inovação e da tecnologia, R$ 150 milhões foram destinados, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), para a construção do Centro de Inovação e Tecnologia SENAI/FIEMG, em Belo Horizonte. Ele integra o Sistema de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo (SITE), uma rede de 14 centros de pesquisa e desenvolvimento com laboratórios em diferentes regiões do estado.

Em Itajubá, está em construção o maior complexo para inovação da América Latina, o Instituto SENAI de Inovação-Centro Empresarial de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Elétrica e Eletrônica, em parceria com o BNDES, CNI, Cemig, Fapemig e Codemge.

No pilar Qualidade de Vida e Sustentabilidade, o Sistema FIEMG atua nas áreas de Segurança e Saúde no Trabalho (SST), Desenvolvimento Social, Esporte e Cultura. Desde 2010, mais de 1,6 milhão de trabalhadores da indústria participaram de ações de SST. No mesmo período, as escolas de esporte do SESI-MG receberam 227 mil matrículas e os clubes da entidade beneficiaram um milhão de trabalhadores e seus familiares.

No campo da cultura, o SESI-MG conta com uma rede de equipamentos, entre teatro e galerias, distribuídos por diferentes regiões do estado reuniu, apenas em 2017, 800 mil espectadores. Os eventos culturais promovidos pelo SESI-MG receberam cerca de 5 milhões de espectadores nos últimos oito anos. Mais de 9 mil indústrias foram atendidas com intervenções culturais voltadas para os seus trabalhadores.

As ações de sustentabilidade, ancoradas pelo programa Minas Sustentável, garantiram, desde 2011, assessoria a 9.224 empresas. Ao todo, 456 licenças ambientais foram concedidas com o apoio do Sistema FIEMG.

Toda essa estrutura está disponível para atender não apenas ao setor industrial como a todos os entes que contribuem para o crescimento de Minas Gerais.

Apoiadores