Semana do Dia do Professor: 5 lições para sua startup em Sociedade dos Poetas Mortos

Redação
outubro16/ 2015

Estamos na semana do Dia do Professor, celebrado em 15 de Outubro. A data, criada 1827, tem sua realização por decreto de D. Pedro I, quando o imperador determinou a existência do Ensino Elementar em terras tupiniquins.

Em homenagem aos queridos mestres e visando motivar ainda mais o empreendedores que acompanham o Minas Inova, escolhemos algumas lições do filme Sociedade dos Poetas Mortos, que tem em seu papel principal ninguém menos que o saudoso Robin Williams (“Bom dia, Vietnã”, “Patch Adams”), que irão impactar positivamente sobre a forma como você vê a sua startup, sua equipe e o mercado.

Em suma, o filme dirigido por Peter Weir, lançado em 1989, se passa em uma tradicional escola (Welton Academy), em que alunos são cerceados por regras conservadoras, baseadas nos pilares “tradição”, “honra”, “disciplina” e “excelência”.

Willians, que interpretou o professor de literatura John Keating, chega para revolucionar a experiência que esses estudantes viviam perante a instituição e passa a incentivá-los a encontrar suas verdadeiras paixões. A partir daí, uma história coragem e superação está por vir.

 

A seguir, listamos 5 lições que você deve introduzir em sua startup na semana do  Dia do Professor. Veja!

1) Persevere

“Quando você pensa que conhece alguma coisa, você tem que olhar de outra forma. Mesmo que pareça bobo ou errado, você deve tentar!” (Sociedade dos Poetas Mortos)

Nesse Dia dos Professores, muitos foram os filmes que nos ocorreram antes que esse artigo fosse escrito sobre tal longa-metragem. Escritores da Liberdade (com Hilary Swank) e Mentes Perigosas (com Michelle Pfeiffer) são alguns deles. E o que todos esses eles têm em comum? O afinco dos mestres à frente de suas turmas.

Sr. Keating encontrava-se em uma escola que incentivava seus alunos a seguirem profissionais tradicionais, como os cursos de engenharia, medicina ou direito. Para ele, tudo isso era o oposto de suas crenças e, com seu talento, o mestre passou a levá-los a buscar pelo o que realmente acreditassem, a perseverarem, mesmo quando todas as circunstâncias não são favoráveis.

Você deve seguir o mesmo exemplo: a sua ideia pode não fazer sentido para muitos, porém, com empenho e muito trabalho, é possível mostrar a todos que não há limites para pensar fora da caixa e investir em novas soluções e caminhos para o mercado. Vá em frente!

2) Inspire seus colaboradores!

“Medicina, lei, negócios e engenharia são ocupações nobres para manter a vida. Mas poesia, beleza, romance e amor são razões para ficar vivo.” (Sociedade dos Poetas Mortos)

O personagem de Robin Williams, Sr. Keating, tinha o poder de influenciar positivamente os alunos, principalmente no que dizia respeito à busca por seus objetivos e paixões.

O exemplo do mestre reitera que é preciso acompanhar as pessoas que nos cercam de perto, instigá-las, fazer com que elas realmente vejam que têm potencial para conquistar novos horizontes. Em caso exemplar, os alunos de Keating mal sabiam o que era poesia quando ele entrou em sala. Ao final da trama, grandes poetas estavam em construção.

Por mais tempestuoso que o dia a dia da sua startup possa parecer, todos os colaboradores devem estar cientes de que são capazes de ultrapassar metas e gerar resultados favoráveis. Inspire-os diariamente!

3) Tenha uma boa dose de rebeldia

“Não importa o que eles dizem: palavras e ideias podem mudar o mundo.” (A Sociedade dos Poetas Mortos)

Ao invés de grandes juízes ou doutores, o professor interpretado por Williams opunha-se à doutrina da Welton Academy e mostrava a todos que seus métodos eram diferentes, estabelecendo uma relação horizontal com seus pupilos.

Sr. Keating era um “rebelde” e levava aos demais o mesmo espírito, contestando padrões, estimulando ideias sem precedentes, até então. Para ele, sair da zona de conforto era de primordial importância para o crescimento dos demais.

É neste contexto que uma startup de sucesso pode nascer: na criação de ideias disruptivas, ainda intocadas. Vá contra a maré!

Por sinal, dentre os sinônimos de “rebeldia” também figura a palavra “obstinação”, ou seja…

4) Seja temperante

“Na vida há tempo para se arriscar e tempo para ser cauteloso, e um homem sensato sabe qual é a altura certa para cada uma destas coisas.” (Sociedade dos Poetas Mortos)

Apesar de quebrar regras e fomentar novos padrões, o mestre do longa-metragem sempre apontou a reflexão como uma arma para manter os pés no chão e percorrer o próprio caminho sem a interferência dos demais. Os alunos eram levados a sair dos padrões, porém, sabiam o cenário que queriam para si.

Neste caso, é indispensável que você estabeleça paradigmas de crescimento, e tenha coragem para agir quando “o mar não estiver para peixe”.

Já pensou que esse poderia ser o momento de “pivotar”?

5) Fomente a transformação

“Duas estradas se divergiam na floresta e eu, eu tomei o caminho menos percorrido, e isso fez toda a diferença.” (Sociedade dos Poetas Mortos)

Assim como o professor John Keating transformou a vida de seus alunos, os aprendizes também agiram em prol de algo novo, de uma transformação que ia contra uma ideologia preestabelecida, dotada de ordens e opressão.

Ao criarem juntos, em colaboração, foi possível confrontar um conjunto de ideias, explorando o talento de cada um deles. O caminho pode não ser o mais fácil, mas o “novo” só pôde ser conquistado quando professor e alunos passaram a co-criar.

Considere que a instituição de ensino é o mercado, você, como CEO, é o Sr. Keating e sua equipe, os alunos. Ficou fácil fazer a comparação? Juntos, todos são capazes de ultrapassar barreiras através da criatividade e cooperação.

Tomou nota de todas as lições que o Open Startups preparou para você nessa data especial? Agora que já tem dicas valiosas em mãos, que tal conhecer o nosso programa? Carpe Diem!

Aquele abraço e feliz Dia do Professor! :p

Apoiadores