Reflorestamento em massa é promessa de startup inovadora

Reflorestamento em massa é promessa de startup inovadora
Redação
outubro08/ 2015

Um dos maiores desafios da raça humano no século XXI é o combate as mudanças climáticas e a destruição da natureza. Para tentar solucionar o problema do desmatamento em escala industrial que tem acontecido em várias partes do mundo a startup britânica BioCarbon Engineering criou um sistema de reflorestamento remoto em massa.

O método de Reflorestamento

Os métodos convencionais de reflorestamento manual são caros e demorados, enquanto o bombardeio de sementes como é feito hoje é pouco efetivo e com baixas taxas de germinação. Pensando nisso a startup desenvolveu um software para mapear solos, padrões de plantio e temporização correta no despejo das sementes. Tudo isso utilizando drones para baratear e otimizar a coleta de dados e execução do reflorestamento. Com os dados mapeados, a empresa fundado pelo ex-engenheiro da NASA, Lauren Fletcher, inicia o trabalho de plantio e monitoramento, se utilizando mais uma vez de seus drones.

Objetivo da BioCarbon

O objetivo da empresa é plantar um bilhão de árvores por ano, longe das 26  bilhões desmatadas por ano, seja com agricultura, mineração, urbanização e outros fatores, mas já é um número considerável. Os projetos da empresa tem sido considerados tão relevantes que ela foi selecionada para o Fórum de Soluções da ONU que ocorreu durante sua assembléia geral em Nova York, nos EUA no fim do mês passado. O vídeo a seguir (em inglês) conta um pouco sobre a startup:

Fonte: OneCarbon

Apoiadores