Portadores de Parkinson têm novo aliado

Erick Brazil
maio26/ 2015

Não é novidade para ninguém que os Apps (sigla utilizada para aplicativos) vieram para ficar e facilitar nossas vidas. É uma infinidade desses produtos virtuais, criados para dispositivos móveis, distribuídos por milhões de categorias e finalidades, que estão a apenas poucos toques da tela de seu smartphone ou tablet. Dentre tantas categorias, uma se destaca com suas propostas diferenciadas e faz subir a curva de novas criações voltadas para ela: a de saúde.

Acompanhar e registrar o desempenho de corridas diárias ou outros exercícios, auxiliando no monitoramento físico individual, os Apps voltados para saúde estão entre os campeões de downloads.

A peculiaridade em relação aos Apps voltados para a saúde é que eles, em sua maioria, funcionam a partir de uma imensa quantidade de dados e informações inseridas pelo usuário ou a partir de interações com os vários gadgets (dispositivos eletrônicos que convergem informações com os aparelhos móveis) disponíveis no mercado. A quantidade de dados gerados por estes Apps é enorme e sugerem uma noção real da perfomance de cada atleta.

Pensando em sua própria realidade física e observando a demanda cada vez maior por esse aplicativos, o britânico Mike Barlow, diagnosticado com Mal de Parkinson aos 40 anos, criou o myHealthPal, um aplicativo com a função de auxiliar os portadores dessa doença. A proposta é organizar horários e emitir alertas para a ingestão dos medicamentos, emitir gráficos e relatórios apurados que mensuram o progresso corporal dos usuários e realizar testes interativos que geram resultados sobre as condições gerais dos acometidos pela doença.

Outra característica do myHealthPal é que ele possibilita ao usuário compartilhar dados com médicos, amigos, familiares e cientistas, gerando métricas que permitem a eles visualizar a condição da pessoa.

Mas o que pode ser considerado o grande diferencial do myHealthPal, é que, ao autorizar, o compartilhamento, anônimo, de seus dados com médicos e pesquisadores que lidam e buscam soluções para minimizar os sintomas do Mal, o usuário passa a receber vantagens financeira vindas de resultados positivos de pesquisas, consequência dessa frequente comunicação e análise de informações que gera inovações na área.

Com essa proposta interativa, o avanço da ciência ganha um importante aliado. A riqueza de dados e informações, que antes ficavam restritos aos próprios usuários, passam a facilitar, de maneira técnica, a busca por novas soluções para o enfrentamento do Parkinson.

O myHealthPal está disponível apenas para aparelhos IOS e não possui custo algum.

https://itunes.apple.com/gb/app/myhealthpal-take-control/id922498071?mt=8&ign-mpt=uo%3D4

Apoiadores