Plataforma do Futuro permite aperfeiçoar seus relacionamentos profissionais e pessoais

Larissa Borges
junho17/ 2016

Muitas situações podem estressar uma pessoa que exerce um cargo de liderança em empresas ou tem seu próprio negócio. Conflitos de ideias, um processo que não está funcionando, falta de verba… A lista é enorme. Somos engolidos pela rotina e nos transformamos em solucionadores de problemas. Por isso, se afastar da empresa é uma missão quase impossível. Imagina, então, ficar longe do negócio por três dias, em uma fazenda com pessoas de ideias e formações diferentes, sem sinal de celular e internet? Complicado, não?

Nem tanto. A equipe do Instituto Áquila, faz com que esse afastamento da sua rotina se transforme em uma experiência produtiva e interessante. Esse foi o modelo que a empresa encontrou para realizar um curso de imersão com empreendedores e líderes de empresas de qualquer segmento e tamanho.

O Plataforma do Futuro, como é chamado o curso de imersão, completou sua 10ª edição no mês de junho de 2016. Desde 2015, o encontro acontece no Centro de Treinamento Pedra Corrida, na Fazenda Saudade, em Periquito (MG). O seu objetivo é fazer com que as pessoas aprendam com o passado e se desenvolvam para enfrentar, no futuro, os desafios e oportunidades, tomar decisões rápidas, gerenciar conflitos, planejar e acompanhar resultados.

Paulo Coimbra, diretor de operações da Escola de Gestão Aquila, explica que um dos diferenciais do curso é o seu formato. “Talvez pelo fato de não estarem conectados em seus smartphones e redes wi-fi, os participantes passam intuitivamente a se relacionar de uma forma só vista anos atrás”, frisa.

Na última edição, entre os dias 8 e 10 de junho, 20 pessoas se reuniram para aprenderem mais sobre liderança, método e inovação. Como fio condutor de toda essa troca de conhecimento, estava o conceito de relacionamento: a importância de saber ouvir o outro e de trabalhar em equipe.

Primeiro dia: liderança

No primeiro dia do curso, o tema trabalhado é liderança. Esse conceito começa a ser discutido ainda quando os participantes estão a bordo do trem da Vale, a caminho para a fazenda.

Durante 6h, o tempo da viagem entre Belo Horizonte e Periquito, as pessoas são levadas a refletir sobre os erros que já cometeram, a identificar as atitudes que estão sabotando a sua carreira e o seu perfil profissional. Além disso, são trabalhados os conceitos de sucesso e fracasso, bem como eles podem ser vistos de formas diferentes pelos gestores.

Já no centro de treinamento, os participantes são separados em grupos para fazer as dinâmicas propostas e tem aulas teóricas sobre liderança. Os tipos de líderes e como remediar conflitos são alguns pontos trabalhados.

Segundo dia: método

Método foi o tema discutido no segundo dia. Por meio do PDCA (Planejar, Executar, Verificar e Agir, em protuguês) os participantes puderam entender melhor a importância de controlar e melhorar os processos e produtos de uma forma contínua. Além disso, por meio de dinâmicas, foi trabalhado os conceitos de tomadas de decisões e experimentação.

Terceiro dia: inovação

Já a inovação foi o tema discutido no terceiro dia. Os tipos de inovações foram os conceitos trabalhados e muitas ideias de empresas atuais serviram para inspirar os gestores a pensarem diferente. Além disso, os participantes puderam criar um plano de negócios para uma ideia que tiveram em conjunto, colocando em prática todos os conceitos trabalhados ao longo dos três dias.

Para Paulo Henrique Souza Martins, engenheiro mecânico sênior da Anglogold Ashanti, o curso foi importante porque permitiu a troca de experiências e o aprimoramento em conceitos de gestão que potencializaram suas habilidades em liderança, disciplina e trabalho em equipe. “O programa está claramente alinhado à busca da excelência operacional nas organizações e será de grande valia na minha trajetória profissional”, afirma.

Já para Cibele Monteiro Machado Guedes, supervisora de controle de qualidade da Vallée, participar da imersão foi uma experiência muito interessante. “Este formato de imersão é legal porque torna o curso mais dinâmico. Estava precisando saber mais sobre gestão de pessoas e com os trabalhos desenvolvidos sobre esse tema consegui me conhecer melhor. O que me chamou atenção também foi que precisamos refletir bem sobre como será o futuro empresarial e, mais do que nunca, pensar nos relacionamentos”, frisa.

Ficou curioso para viver essa experiência? A próxima edição do Plataforma do Futuro será entre os dias 20 e 22 de julho. Saiba como embarcar nessa viagem em www.plataformadofuturo.com.

Apoiadores