Pesquisa do Sebrae revela negócios promissores para 2017

Larissa Borges
março25/ 2017

Empreendedores que desejam investir no próprio negócio, neste ano, devem ficar atentos em setores como de alimentação, vestuário, reparos e estética e beleza. Uma pesquisa realizada pelo Sebrae, com base no perfil de novas empresas em anos anteriores e no comportamento da economia nacional, revelou que os empreendimentos que atendem às necessidades básicas e que oferecem serviços de reparação, além de serviços especializados que permitem a redução de custos operacionais a outras empresas, estão entre as atividades mais promissoras para este ano.

Para mapear os negócios promissores de 2017, o Sebrae analisou os segmentos com maior taxa de natalidade em 2016, pois sinalizam a existência de uma maior demanda. Parte dos negócios em alta está em atividades ligadas a vestuário, alimentação e higiene. “A população continua crescendo e, mesmo em tempo crise, ela não deixa de consumir esses produtos e serviços. As pessoas buscam alternativas mais baratas, mas o consumo permanece”, destaca a analista do Sebrae Minas, Patrícia Rezende.

Em Paracatu, já existem aqueles que estão no caminho certo das tendências de negócios de 2017. Aos 28 anos, Isaque Alves Costa é proprietário da Barbearia do Barbudo há cerca de um ano e meio, e decidiu adequar o negócio ao conceito de barbearia temática. Agregou aos serviços de drenagem linfática, tintura de barba e de cabelo, esfoliação de pele e sobrancelha, a um ambiente climatizado com espaço para o consumo de cervejas artesanais e uma série de cosméticos exclusivos para o público masculino. “Os clientes elogiaram muito o novo espaço. Gosto de trocar ideia com eles sobre os passos que pretendo dar para o meu negócio. Até o meio do ano, estou me preparando para oferecer também serviços de manicure e pedicure, massagem e depilação. Com o portfólio completo em um único local, os homens deixam de ir ao salão unissex, o que ainda é desconfortável para alguns”, explica o empresário, que também tem planos de abrir uma segunda unidade em Unaí.

A percepção de mercado fez a empresária Valdira Batista, 46 anos, realizar um novo investimento. Proprietária de uma loja de lingerie e de um restaurante localizado dentro da rodoviária de Arinos, ela inaugurou, em julho do ano passado, o Bistrô da Val. A diferenciação começa pelo funcionamento, somente aos domingos, com almoço self-service em que oferece a tradicional comida mineira. O cardápio pode ser apreciado no quintal da casa de Valdira, debaixo de um pé de goiaba, um espaço com decoração rústica e repleto de obras de arte. “Os restaurantes da cidade que têm este tipo de cardápio não funcionam aos domingos. Assim que eu terminar a faculdade, em agosto deste ano, pretendo abrir também à noite, em um dia da semana. Quero ampliar a área externa, com espaço para as crianças brincarem, uma mini horta, mais obras de arte e um quiosque. O negócio está crescendo, com inovação e características que me diferenciam dos concorrentes”, destaca a empreendedora.

A analista do Sebrae Minas, Patrícia Rezende, reforça que a instituição está à disposição para atender os empreendedores que têm interesse em investir num negócio próprio. “Nosso papel é estimular a abertura de novas empresas, mas de forma responsável, com planejamento e gestão desde a sua concepção até as rotinas do dia a dia. É preciso conhecer o mercado, se identificar com o setor em que deseja investir e ter em mente um plano de negócios para a administração do empreendimento. Hoje, o consumidor está mais exigente e procura por produtos e serviços práticos, inovadores, sustentáveis, com qualidade, preço baixo e comodidade”, afirma a analista.

Veja a lista das atividades mais promissoras para 2017:

– Alimentos e bebidas

– Vestuário

– Construção civil

– Serviços de saúde: consultório médico, serviços ambulatoriais, fisioterapia, nutrição, venda de planos de saúde, comércio de medicamentos e artigos de ótica.

– Produtos/serviços inovadores: produtos e serviços que permitam aumentar a eficiência produtiva e/ou redução de custos das demais empresas.

– Serviços de Reparação: reparação e manutenção de veículos usados, manutenção de máquinas e equipamentos, comércio de peças e acessórios para veículos usados.

– Estética/beleza: cabeleireiros, comércio de cosméticos, comércio de produtos de perfumaria, higiene pessoal.

– Serviços especializados: serviços advocatícios, de engenharia, de comunicação, de gestão empresarial, serviços de apoio administrativo, serviços de contabilidade, serviços domésticos, serviços com foco na 3ª idade.

– Informática: Serviços de manutenção e reparação de computadores e equipamentos de informática, produção de softwares e comunicação multimídia.

 

Fonte: Paracatu Notícias

Apoiadores