Monitoramento de queimadas é facilitado via web

Nathália Guedes
maio15/ 2015

Um sistema eletrônico que detecta fumaça e fogo é a mais nova ferramenta para que forças governamentais e população se unam em favor de um objetivo comum: combater com agilidade focos de incêndio.

“Com a utilização correta desse programa, será possível acionar, via web, alarmes para que responsáveis por debelar queimadas possam agir rapidamente”, explica o gerente de desenvolvimento do projeto, Carlos Alexandre Meireles do Nascimento.

Além de permitir que se evite a tomada do fogo em regiões urbanas ou de mata, o sistema possibilita também que redes elétricas não sejam atingidas por chamas, evitando danos e prejuízos materiais e risco de acidentes nas comunidades que as rodeiam.

O projeto contou com uma parceria entre a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e outras três empresas de base tecnológica do Estado: AXXIOM, ENACOM e DSPART. O desenvolvimento do sistema foi financiado pelo Programa de Pesquisa e Desenvolvimento, da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A solução inédita é finalista na categoria Intangível do Prêmio Mineiro de Inovação(PMI), uma iniciativa da Câmara Italiana de Comércio de Minas Gerais com apoio institucional do Governo de Minas Gerais e da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG).

Nascimento acredita que o forte apelo social que o projeto carrega em seu objetivo central levou o projeto a ser um dos finalistas do concurso.

“Creio que chegamos a final pela simplicidade da inovação proposta. Colocar milhões de usuários da internet de prontidão para preservar o meio ambiente em tempo real e conectá-los, de maneira eficiente, as autoridades responsáveis pelo combate a incêndios é nosso grande mérito”, conclui.

www.premiomineiroinovacao.com.br

Apoiadores