Minas terá indústria de semicondutores

Giuliano Le Senechal
maio31/ 2015

A primeira indústria da América Latina voltada para a produção de semicondutores eletrônicos será instalada na cidade de Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte. Com investimentos da ordem de R$1,2 bilhão, a nova planta, alocada em uma área de 20 mil metros quadrados, tem previsão de iniciar suas atividades em agosto de 2016. Estimativas da empresa dão conta que 300 empregos serão gerados diretamente e outros 1.000 de forma indireta.

Em um mercado sem oferta e com alta demanda para esse tipo de tecnologia, a Unitec fabricará chips para aplicações específicas em segmentos como os das áreas médica e rural, de telecomunicações, de iluminação pública entre outras.

Os circuitos eletrônicos serão montados em um prédio de cinco mil metros quadrados, mais especificamente em um espaço chamado de “sala limpa”, onde a temperatura é rigorosamente controlada e o grau de limpeza do ambiente é centenas de vezes superior que o de um centro cirúrgico.

Conforme informações disponibilizadas na página virtual da Unitec, o grande diferencial da companhia será a criação, o desenvolvimento e a produção de circuitos integrados customizados que resultarão em produtos com  margens de qualidade maiores do que as alcançadas quando há produção em massa desses componentes eletrônicos.

A nova indústria  é resultado de uma união de aportes vindos de instituições como Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), IBM, Matec Investimentos e Tecnologia Infinita WS-Intecs.

www.unitecgroup.net

Apoiadores