Livro mostra destaques da inovação brasileira

Redação
maio21/ 2015

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae)  reuniram no livro Inovar é Fazer, 22 casos de inovação. A edição apresenta experiências bem-sucedidas no Brasil, independentemente do tamanho da organização. O objetivo é realizar uma amostra do ambiente inovador da indústria em pequenas, médias e grandes empresas e que sirva de estímulo à criação de um ecossistema baseado em ciência, tecnologia e inovação.

 A diretora de inovação da CNI, Gianna Sagazio, ressalta que a inovação deve estar no DNA de cada empresa e ser inerente à estratégia de crescimento. “Esta publicação reforça o papel da CNI de incentivar investimentos e disseminar a importância da inovação empresarial. Sem isso, não há competitividade. Para inovar é preciso persistência e ousadia. Os resultados normalmente vêm em médio e longo prazo, mas certamente valerão a pena”, afirma Gianna.

Os casos descritos no livro têm características peculiares, mas todos são trajetórias de empresas que ilustram situações de administração de riscos, gestão da inovação, parcerias, apoios externos, política de propriedade intelectual, busca por visibilidade, reconhecimento e, principalmente, resultados. Os produtos e processos inovadores, criados e implementados há algum tempo, tiveram excelente desempenho e mostram que a inovação é a alternativa para o negócio sobreviver, se diferenciar e conquistar  mercados.

Os projetos foram selecionados a partir dos seguintes critérios: foco na indústria; porte (micro, pequena, média e grande); possuir caso de inovação nas áreas de acesso à biodiversidade, cadeias de valor; gestão da inovação; internacionalização; modelo de negócios; propriedade intelectual e sustentabilidade. Além disso, foram considerados:  a possibilidade de o projeto ser replicado em outras realidades; o interesse estratégico (econômico, ambiental ou social); o alinhamento com a estratégia do negócio; e os resultados mensuráveis.

Fonte: SEBRAE

Apoiadores