Jogo mineiro disputa uma vaga para a final da Microsoft Imagine Cup

Jogo mineiro disputa uma vaga para a final da Microsoft Imagine Cup
Redação
abril08/ 2016

 

O ‘Sonho de Jequi’, jogo mineiro, está entre os nove projetos de todo o país selecionados para a final brasileira da Imagine Cup, a copa do mundo de tecnologia promovida anualmente pela Microsoft. Nos dias 27 e 28 de abril, eles disputam uma vaga para representar o Brasil na competição mundial, que acontece em Seattle, nos Estados Unidos.

A fase brasileira será sediada pela primeira vez em Belo Horizonte, por meio de parceria entre a Microsoft e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes). Durante dois dias, os times selecionados vão compartilhar experiências, apresentar seus projetos e receber avaliações dos jurados, divididos em três categorias: games, inovação e cidadania.

 

Sobre o jogo mineiro

O ‘Sonho de Jequi’ é um projeto desenvolvido por alunos da Pontifícia Universidade Católica (PUC Minas) e tem como objetivo mostrar a realidade do Vale do Jequitinhonha, região localizada no nordeste do estado. Desenvolvido pela equipe mineira Tower Up Studios, o jogo se baseia em um personagem chamado Jequi, que precisa coletar o máximo de água possível, desviando dos obstáculos.

De acordo com Ramon Coelho de Souza, um dos idealizadores e programadores do jogo, seu grande diferencial é mostrar a realidade de uma região que sofre com a seca, através de sua própria arte. “O ‘Sonho de Jequi’ dá ao jogador a oportunidade de vivenciar um pouco da cultura do Vale do Jequitinhonha, além de permitir doações que poderão ajudar as pessoas que vivem na região”, afirma o integrante da equipe.

O game foi todo feito em aquarela e conta com músicas criadas por artistas do Vale. Além de levar a cultura da região para todo o mundo, a equipe vai reverter parte da renda dos downloads para projetos que busquem reduzir os impactos da falta de água.

“Mais do que o prêmio em dinheiro, vemos na Imagine Cup uma oportunidade de dar visibilidade para um cenário de dificuldades e mostrar que há várias formas de se ajudar quem precisa”, reforça Ramon.

 

Desafio

O ‘Sonho de Jequi’ vai disputar com outros três projetos brasileiros na categoria games durante o evento em Belo Horizonte, e, se for escolhida, concorre com os finalistas das outras duas categorias pela vaga para representar o Brasil na competição principal. A equipe que sair vitoriosa na etapa brasileira terá a responsabilidade de defender o troféu, já que a campeã da competição mundial em 2015 foi a equipe brasileira que criou o app eFitFashion, voltado para o mercado da moda. Além do prêmio em dinheiro, ela recebeu mentoria especializada da CEO da Microsoft, Saty Nadella.

Confira a lista com as nove equipes selecionadas para a final brasileira:

Categoria Games:
– Sonho de Jequi (PUC Minas – Belo Horizonte)
– Do a Barrel Throw (UNESP – Bauru)
– Crab Wave (ETEPAM/UFPE – Recife)
Categoria Inovação:
– Echo Sense (PUC RS/UFRS – Porto Alegre)
– WIT Box (UNISOSIESC – Joinville)
– Dreampper (UNITAU – Taubaté)
Categoria Cidadania:
– Bridge (USP – São Paulo)
– AppDemia (FAESA – Vitória)
– Omni (UNIVILLE – Joinville)

 

Fonte: Agência Minas Gerais

Apoiadores