Incubadora abeLLha potencializa o trabalho de novas startups voltadas para resolver problemas socioambientais

Redação
agosto29/ 2017

Com o objetivo de auxiliar novas startups a potencializarem suas atividades, a incubadora abeLLha, tornou-se referência para empreendedores que estão no começo da jornada, com sua metodologia especializada em alavancar negócios em estágio inicial. Voltada para gerar novas oportunidades para a melhoria da sociedade, a empresa apoia projetos voltados para educação, inclusão de minorias, aumento de renda, saneamento básico, saúde, mobilidade e meio ambiente, baseados nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas) que devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030.

A incubadora auxilia no desenvolvimento e soluções de problemas reais de microempresas que tenham fortes modelos de negócio, além de ser a solução para quem busca aprimoramento. Por meio de acompanhamento contínuo e acesso a rede de mentores profissionais com vasta experiência de mercado, a abeLLha possui duas vertentes: incubação para empreendedores, por meio de acompanhamento quinzenal com foco em construir e evoluir no detalhe da estratégia, planejamento financeiro, produto, operações, vendas, marketing e comunicação; e projetos voltados para inovação interna em empresas, onde é aplicada a metodologia de incubação para escalar ideias e inovações que precisam ser maturadas até se acoplarem ao core bussiness e gerarem impacto direto no negócio.

Além disso, a abeLLha possui ferramentas próprias que dão suporte no desenvolvimento desses negócios. O GoodPeople, aplicativo que conecta pessoas que possuam talentos complementares, para que empreendedores consigam encontrar pessoas para auxiliá-los em seus projetos e a plataforma Honeycomb, de gestão estratégica que cria um ambiente transparente e focado em resultados, sem esquecer das pessoas.

O processo de seleção da incubadora se baseia primeiramente na ideia inicial de valor que a startup agrega para resolver problemas na sociedade, no possível impacto de crescimento e escalabilidade e, principalmente, no foco e valores da equipe. “Queremos encontrar projetos que gerem impacto em grande escala e resolvam algum problema recorrente na sociedade. Entendemos que cada um pode ser determinante na mudança que deseja ver no mundo e que podemos fazer o bem e lucrar com isso também”, explica Ana Julia Ghirello, fundadora da abeLLha.

Fundada em janeiro de 2016, a abeLLha já incubou mais de 20 projetos. 13% das empresas criaram tração inicial de mercado e caminham para modelos de negócio sustentáveis, fazendo a diferença na vida de milhares de brasileiros. O processo de seleção para 2018 começa no dia 28 de agosto e vai até 30 de setembro. Para maiores informações, acesse: http://www.abellha.co/

Apoiadores