FAPEMIG adere a dois documentos importantes para a ciência

Larissa Borges
setembro09/ 2015

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG) aderiu, no último dia 08, ao documento “Rigor e Integridade na Condução da Pesquisa Científica”, da Academia Brasileira de Ciências (ABC), e ao “Manifesto sobre Ciência e Criacionismo”, da Sociedade Brasileira de Genética (SBG). A FAPEMIG foi a primeira Fundação de Amparo à Pesquisa a assinar os dois documentos. O primeiro é um Guia que estabelece valores, princípios e orientações para a condução da pesquisa científica e a comunicação de seus resultados. Já o Manifesto é um documento público da SBG que busca comunicar que não existe qualquer respaldo científico para ideias criacionistas que vêm sendo divulgadas em escolas, universidades e meios de comunicação. O objetivo do comunicado é esclarecer a sociedade brasileira e evitar prejuízos no médio e longo prazo ao ensino científico e à formação dos jovens no país.

De acordo com o presidente da FAPEMIG, Evaldo Vilela, esses documentos são fundamentais para a ciência e a adesão a eles confere mais visibilidade à discussão. “Documentos como esses são especialmente importantes em momentos de crise como esse que o Brasil está passando. Mas, a crise é mais cognitiva do que econômica ou política, pois, enquanto nós não aprendermos que a ciência pode transformar esse país, continuaremos perdendo cérebros e ativos”, afirma.

Fonte: Fapemig

Apoiadores