Dicas para criar apresentações corporativas mais eficientes

Redação
novembro25/ 2016

Você provavelmente já teve que assistir uma apresentação em slides chata, grande, feia e que não te despertava nada mais do que sono. E provavelmente também, quando precisou montar uma apresentação corporativa para uma situação qualquer, você se pegou pensando em como deixar os slides mais interessantes e diferentes desses conteúdos sonolentos.

Incluir efeitos? Usar muitas cores? Qual a melhor forma de fazer suas apresentações mais atraentes e passar sua mensagem de forma mais eficiente?

Principalmente se você não entende muito de design, organização visual, ou não tem experiência com as principais ferramentas de construção de apresentação disponíveis, a resposta pode parecer complicada e distante.

Porém, algumas dicas e ferramentas podem ser valiosas quando você vai criar uma apresentação corporativa. Confira!

Dicas para criar apresentações

1. Não faça slides com muito texto

Tente trabalhar com apenas alguns tópicos em cada slide, separados por tema ou ordem e nunca coloque um texto enorme em seu slide. Isso vai fazer com que as pessoas não consigam ler o que está escrito, e também fazer com que elas percam o interesse na sua apresentação.

Lembre-se: os slides devem ser apenas um complemento a sua apresentação pessoal e nunca o elemento principal dela. Faça um roteiro de fala e use os tópicos apenas para não se perder e manter o público concentrado. Nunca fique apenas lendo os slides de forma interminável.

2. Cuidado com as cores

Primeiramente, é importante usar sempre cores que facilitem a leitura do conteúdo e que não cansem a visão com o passar do tempo. Colocar um fundo amarelo com letras vermelhas em todos os slides, por exemplo, não é nem de longe a melhor ideia. Às vezes, o básico é a melhor opção.

E em segundo lugar, é importante também não usar cores que representem concorrentes ou coisas do tipo nos títulos, capas e tema. Tente sempre se manter fiel a cor da sua empresa ou então use alguma outra que não represente nada em especial.

3. Fique atento a tipografia

Se você seguiu a primeira dica desse texto, já deu um passo enorme no que diz respeito a tipografia. Garantir uma boa legibilidade para o que está escrito em seus slides é essencial e, se você usa tópicos, é muito mais fácil de conseguir, já que pode usar um tamanho maior de letra, apostar em espaçamentos maiores e etc.

Além do mais, para ajudar nisso é importante também escolher um estilo de letra adequado. Fontes decoradas demais podem ser difíceis de distinguir e impedir a compreensão do conteúdo.

Por fim, também não se esqueça de pensar nas cores que vai utilizar. O preto básico normalmente é a melhor opção, mas sempre pense no contraste com o fundo e os outros elementos da página.

4. Não exagere nos efeitos

Imagine uma apresentação de 30 slides que faz um barulho de sino a cada vez que você dá um “next”. Em determinado ponto, sua audiência não vai estar mais aguentando o efeito e começará a ficar impaciente e desatenta ao conteúdo.

O mesmo vale para muitos efeitos visuais de entrada de texto, sobreposições, transições e etc. Eles podem tirar o foco do conteúdo e deixar sua audiência dispersa.

Se você quer mesmo chamar atenção, pense em usar outros recursos de engajamento como vídeos, interações com a plateia e frases impactantes.

Agora que você já conheceu nossas dicas, o próximo passo é escolher a ferramenta certa para começar a produzir suas próprias apresentações e aperfeiçoá-las cada vez mais. Quer dicas para de ferramentas grátis que você pode usar mesmo sem muita noção de design e criação? Então acesse o artigo completo no blog da Samba Tech e conheça 04 das mais indicadas para todos os tipos de situação.

Além do mais, para continuar se aperfeiçoando, peça opiniões para pessoas dentro da empresa, especialistas de design e procure mais conteúdos sobre o assunto.

Tem alguma outra dica? Compartilhe com a gente nos comentários!

Artigo produzido pela equipe de conteúdo da Samba Tech.

Apoiadores