Carona com os amigos, essa é a proposta da OnRide

Larissa Borges
maio30/ 2016

Quer uma carona? Precisa dividir uma viagem? Então, você tem que conhecer o OnRide. A startup mineira criou o aplicativo para que você possa pegar carona com os amigos do Facebook. Criado por Alexandre Strehle (CEO) e João Jácome (CTO), a OnRide surgiu da necessidade dos sócios durante a faculdade. No trajeto, eles viam várias pessoas indo para o mesmo local, mas sozinhas em seus carros. Para melhorar a mobilidade urbana, mas de forma segura, eles pensaram em criar um aplicativo de caronas. Como funciona a proposta e suas expectativas no mercado, você confere na entrevista com os sócios abaixo:

 

Minas Inova (MI) – Como funciona o aplicativo?

João Jácome (JJ) – O aplicativo hoje existe em duas versões: uma para pessoa física e outra para pessoa jurídica. Para o usuário comum, basta baixá-lo para o celular, fazer o login com o Facebook, e, automaticamente, já se está oferecendo carona. Os comandos são simples: o GPS localiza onde a pessoa está e ela escolhe para onde vai. Depois, as pessoas de sua rede recebem uma notificação no celular avisando que ela está pedindo carona.

Alexandre Strehle (AS) – Assim que outro usuário aceita dar a carona, quem pediu recebe outra notificação, e, em tempo real, pode acompanhar onde o seu amigo está, e em quanto tempo deve chegar. Outra funcionalidade do OnRide é que a pessoa pode montar grupos de amigos e escolher para qual deles pedir carona em determinada situação. Por exemplo: se eu estou na aula, posso mandar o pedido apenas para o meu grupo da faculdade, que faz mais sentido.

Já a versão para empresas é completamente diferente, e funciona como se fosse uma licença de uso personalizada. Neste caso, o aplicativo torna-se um white label, isto é, a plataforma é adaptada e personalizada de acordo com a imagem e a necessidade da empresa, levando inclusive a marca da contratante. A lógica final é a mesma, mas existem funcionalidades distintas, que podem interessar mais para a empresa do que para o usuário comum.

MI – Já existem apps de carona compartilhada. Qual o diferencial da OnRide?

JJ – O OnRide se diferencia dos outros aplicativos no seu algoritmo, apresentamos uma lógica diferenciada e inteligente na hora de pedir uma carona. Estamos sempre estudando as novidades do mercado relacionado a inteligência artificial, desta forma estaremos sempre atualizando nosso algoritmo. Nosso principal objetivo é ser fácil de usar, focando na simplicidade e objetividade do aplicativo. Além de um lema maravilhoso que é ser sempre gratuito para nossos usuários, não existe nenhuma cobrança e nunca terá. Queremos valorizar o lado social e colaborativo das pessoas, cada um ajudando um pouco, conseguimos ajudar como um todo.

MI – A startup oferece o serviço com modo exclusivo para mulheres. Por que optaram por essa função?

AS – Sempre em conversas causais em faculdades e trabalhos, escutamos as mulheres reclamando de exageros relacionados aos homens que oferecem a carona. Como uma forma de protegê-las criamos esta possibilidade, além de aproximar ainda mais as amigas.

MI – A startup recebeu algum apoio da aceleradora Pillow? Qual?

JJ – A Pillow sempre esteve presente em nosso caminhar, nos auxiliando em todas as nossas dúvidas e necessidades. A aceleradora é um excelente parceiro, ela está dentro do projeto o tempo todo. O grande valor oferecido pela Pillow foi oferecer execução do projeto através de profissionais de qualidade.

MI – Quantos usuários já tem a plataforma e em quanto tempo está no mercado?

AS – Em cinco meses de lançamento, já ultrapassamos a casa dos mil usuários com o aplicativo instalado, sem divulgação, apenas através da viralização do projeto por meio do boca a boca. Isso nos motivou ainda mais a continuar.

MI – Quais as expectativas com a startup? Quanto pretendem faturar esse ano? Quanto pretendem crescer no mercado?

JJ – Estamos muito satisfeitos com o crescimento acelerado do OnRide e sua repercussão. Esperamos até o final do ano, ser conhecido em todo Brasil com milhares de usuários. Estamos sendo alvo de grandes investidores internacionais, aumentando nossas expectativas de estar presente no Vale do Silício, expandindo para todo EUA. Não queremos ficar apenas no Brasil, queremos ir para o mundo, esse é nosso objetivo.

Apoiadores